Ir para o conteúdo Acessibilidade

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
Consulte a Política de Privacidade para obter mais informações.

Inclusão Travessias: Trinta anos da Lei de Cotas

Publicado em 20/07/2021

No dia 24 de julho celebramos os 30 anos da Lei de Cotas!

Celebramos, no dia 24 de julho, os 30 anos da Lei de Cotas – iniciativa que oficializa o direito das pessoas com deficiência de comporem, formarem e participarem ativamente da sociedade através de um fenômeno fundamental para compreensão de nossa existência nos dias de hoje: o trabalho.

Entretanto, tal iniciativa, oriunda de processos impositivos, ou seja, legislados, realmente garante a inclusão e participação dos corpos de diversidade?

Ao falarmos da presença de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, é necessário que percebamos nossa cultura impregnada pelo fenômeno assistencialista, pela noção da caridade e pela falta de conhecimento que definem nossa relação com este tema – ainda há um longo caminho para pavimentar o ciclo e invisibilidade e exclusão social que enfrentamos. 

A presença dos corpos excluídos em nosso entorno ganha, com muita luta, a projeção merecida, sendo que, com isso, precisamos sempre lembrar que através de um condicionamento cultural absorvemos preconceitos e reproduzimos estigmas referentes a cada momento histórico que vivemos. A trajetória social e cultural das pessoas com deficiência reflete os valores que construímos para nosso mundo e para a representação que dele absorvemos. 

No dia de 24 julho, o Núcleo Educativo do Museu da Inclusão participa do evento A Construção dos Direitos Humanos e Pessoa com Deficiência: entre o hoje e o amanhã – tencionando as barreiras entre identidade, comum e representação no atual contexto brasileiro. 

Na imagem, uma foto preto e branco de um protesto. Por cima, escrito: Igualdade e lei, um direito pelo comum.

voltar para o topo