Ir para o conteúdo Acessibilidade

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
Consulte a Política de Privacidade para obter mais informações.

Portal do Museu da Inclusão é o primeiro a receber o Selo de Acessibilidade Digital

Publicado em 11/05/2021

O novo portal do Museu da Inclusão foi construído priorizando as boas práticas de acessibilidade do W3C.

No dia em que celebramos o Dia Mundial da Internet, o Museu da Inclusão recebe o Selo de Acessibilidade Digital! A primeira instituição cultural do Brasil a receber a certificação! A iniciativa garante e certifica páginas web que cumprem com os critérios de acessibilidade estabelecidos nacional e internacionalmente.

O Museu da Inclusão, unidade museológica vinculada à Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, gerido pela Organização Social Abaçaí Cultura e Arte, preserva, pesquisa e comunica a luta por direitos do movimento social das pessoas com deficiência. O novo portal foi pensando para atender a todos! Desde a criação do conteúdo, as descrições de imagens, os vídeos acessíveis, contraste das imagens, linguagem fácil, até a parte técnica, programação, para facilitar e levar um outro nível de navegação. A construção da plataforma contou com o envolvimento pessoal e a expertise de colaboradores com deficiência que, também, validaram a acessibilidade.

Estimasse que mais de 15.750.969 pessoas com deficiência no Brasil possuem capacidade de consumo de conteúdo, serviços e produtos como qualquer indivíduo. A partir do momento que você transforma seu site em um site acessível, você está se posicionando por uma causa, que traz um forte impacto. Além de ampliar o canal de diálogo, o Selo também ajuda na construção de uma imagem positiva perante o mercado, sendo a única certificação no Brasil.

A Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência (SMPED) estruturou a avaliação e concessão do Selo de maneira confiável e transparente.  A avaliação segue os critérios estabelecidos no Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico (eMAG), do Governo Federal, e as diretrizes de verificação previstas na Portaria SMPED-GAB nº 28/2019, que regula o Selo de Acessibilidade Digital. O site que atender a 95% dos critérios básicos já tem condições de se aplicar para conseguir o Selo. Confira o passo a passo para obter: http://bit.ly/SeloAcessibilidadeDigital.


Sobre a legislação: Agora é Lei!

A Lei Brasileira de Inclusão (Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015) garante: “É obrigatória a acessibilidade nos sítios da internet mantidos por empresas com sede ou representação comercial no País ou por órgãos de governo, para uso da pessoa com deficiência, garantindo-lhe acesso às informações disponíveis, conforme as melhores práticas e diretrizes de acessibilidade adotadas internacionalmente”, estabelece o artigo 63 da LBI.

A acessibilidade digital traz grandes benefícios a todas as pessoas, sejam elas com deficiência, idosos ou iniciantes em tecnologia. Tem vantagens tecnológicas, como códigos organizados e compatibilidade com todos os dispositivos e plataformas, oferece independência na navegação, principalmente, para quem precisa de ajuda para executar tarefas simples e essenciais, além de atender um direito do cidadão.

voltar para o topo