Ir para o conteúdo Acessibilidade

Este site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento.
Consulte a Política de Privacidade para obter mais informações.

Foto da década de 80, em preto e branco. Manifestação na Praça da Sé, lotada de pessoas com e sem deficiência, militantes da causa da pessoa com deficiência. Diversos cartazes e faixas ao fundo. Na frente e aglomerados, pessoas em cadeira de rodas e Maria Lourdes Guarda em uma cama hospitalar.
Foto da década de 80, em preto e branco. Manifestação na Praça da Sé, lotada de pessoas com e sem deficiência, militantes da causa da pessoa com deficiência. Diversos cartazes e faixas ao fundo. Na frente e aglomerados, pessoas em cadeira de rodas e Maria Lourdes Guarda em uma cama hospitalar.

O Museu

Quem Somos

A LUTA POR DIREITOS DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA É PATRIMÔNIO

O Museu da Inclusão, unidade museológica vinculada a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência preserva, pesquisa e comunica a luta por direitos do movimento social das pessoas com deficiência.

Consideramos que os movimentos sociais das pessoas com deficiência é dinâmico, diverso, heterogêneo e que, o museu, como um dos fóruns de debate das pautas deste segmento, pode contribuir com a ressignificação das práticas inclusivas e de acessibilidade para a construção de uma sociedade menos capacitista e que produz menos exclusões.

Nosso propósito é atuar na defesa dos direitos humanos e cidadania, por meio da preservação da memória de luta, barreiras e conquistas que, assim, se configuram como patrimônio do Estado de São Paulo.  

O Museu da Inclusão é entendido como uma dessas conquistas e nada se edifica sem articulação constante e contato permanente com as pessoas com deficiência e os movimentos sociais.

PROTAGONISMO E MEMÓRIA  

Os movimentos sociais de pessoas com deficiência, como outros da sociedade brasileira, decorrem da participação social, e se baseiam nos laços de identidade e pertencimento, em busca da garantia de direitos e do reconhecimento da cidadania. 

A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência da ONU, tratado internacional inserido no ordenamento jurídico brasileiro com status de emenda constitucional, é resultado dessa luta e da consolidação dos anseios dos movimentos sociais das pessoas com deficiência. 

É a partir da Convenção que entendemos que “deficiência é um conceito em evolução” e que “resulta da interação entre pessoas com deficiência e as barreiras atitudinais e ambientais que impedem sua plena e efetiva participação na sociedade em igualdade de oportunidades com as demais pessoas”.

Como um desejo de preservação dessa memória de luta e de conquistas, a exposição aberta ao público em 2009, intitulada “Os Caminhos da Pessoa com Deficiência” articulou alguns ativistas das décadas de 70, 80 e 90 e registrou a memória dessa luta por direitos durante o período de redemocratização no Brasil:  um marco para os movimentos sociais.

A mobilização de direitos em seus aspectos políticos, culturais e sociais nos move a promover rupturas com os processos e tecnologias de exclusão, que dificultam e impedem o exercício da cidadania.

Nesta perspectiva, o Museu da Inclusão é um espaço de preservação, reflexão e  (trans)formação social que contribui para a defesa, promoção e a garantia dos direitos das pessoas com e sem deficiência em uma sociedade excludente.

História

2008

Criação da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência

06 de março de 2008
Criação da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência

2009

Abertura da Exposição “Os Caminhos da Pessoa com Deficiência”

03 de dezembro de 2009
Abertura da exposição
“Os Caminhos da Pessoa com Deficiência”

2018

Criação do Museu da Inclusão em Âmbito Estadual

05 de Dezembro de 2018
Criação do Museu da Inclusão em âmbito estadual

2020

Institucionalização do Nome Museu da Inclusão

07 de outubro de 2020
Institucionalização do nome Museu da Inclusão

2021

Processos Constantes

Os museus são espaços de encontros e processos construídos e reelaborados diariamente por todos. Participe desse processo.

anterior
próximo

voltar para o topo